Visto de Trabalho para Estrangeiros

O visto de trabalho para estrangeiros, de maneira geral, possuem sempre uma grande burocracia. A criação dessas leis que controlam a entrada de estrangeiros para trabalho em outros países tem vários motivos. Um deles é não deixar de dar oportunidade de trabalho para uma pessoa do próprio país, por um imigrante, por isso, a maioria dos países que recebem muitos imigrantes, solicitam uma espécie de carta de recomendação.

Visto de Trabalho para EstrangeirosEsta carta de recomendação deve ser elaborada pela empresa que está interessada no serviço do imigrante e enviada ao Ministério do Trabalho de seu país. Nela deve conter todos os motivos pelo qual a empresa prefere contratar o imigrante e, além disso, deve provar que não há outra pessoa no país que preencha melhor o cargo.

publicidade:

Clique aqui e baixe o modelo de carta de recomendação para Visto de Trabalho

Só após esta etapa ser concluída positivamente é que o imigrante terá o visto de trabalho para estrangeiros. Outra questão que requer cuidado na hora de admitir a entrada de um estrangeiro a trabalho no país é a respeito da sua intenção, pois algumas pessoas pensam que a partir do momento que se possui o visto para estrangeiros ela terá livre acesso ao País. No entanto, quem apresenta esse visto de trabalho deve comprovar regularmente junto à empresa que ainda está ocupando aquele cargo.

Visto de Trabalho para Estrangeiros – Estagiários

O profissional que possui visto de trabalho estrangeiro estagiário, deve estar matriculado em mestrado, doutorado ou até mesmo em uma pós-graduação com no mínimo 360 horas e poderá ir ao país desejado para uma experiência profissional em alguma empresa do seu ramo. Esse tipo de autorização não vale para estágio ou intercâmbio profissional. Saiba mais.

Visto de Trabalho para Estrangeiros Temporários

O visto temporário para estrangeiro é por até 90 dias, improrrogável, não sendo possível transformá-lo em permanente. Para a concessão do visto o empregador deve apresentar ao Ministério do Trabalho e Emprego, com as siglas “MTE”, comprovante de matrícula do estrangeiro em curso de mestrado ou doutorado ou pós-graduação no exterior; contrato de trabalho por prazo determinado, a tempo parcial ou integral, celebrado pela empresa requerente com o estrangeiro chamado; e demais documentos exigidos pelo Ministério do Trabalho e Emprego para a autorização de Trabalho.

O objetivo dessa resolução é que o estrangeiro transmita seus conhecimentos e ao mesmo tempo conheça nosso País para, futuramente, voltar quando estiver concluído seus estudos acadêmicos. Trazendo assim mais experiência e aprendizado ao país, além da grande contribuição de aprendizado, que servirá durante toda a carreira do estudante. Saiba quanto tempo demora para ficar pronto o visto.

Infográfico: Visto de Trabalho

Visto de Trabalho para Estrangeiros

publicidade:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *